sexta-feira, 25 de março de 2016

Cromoterapia - o trabalho com as cores

EFEITOS ENERGÉTICOS SUTIS DAS CORES
Cada uma das principais cores visíveis possui determinadas qualidades que estão ligadas ao chakra com o qual ela entra em ressonância. Uma compreensão da natureza dos chakras e de suas ligações energéticas superiores com a fisiologia do corpo nos ajuda a compreender as razões que estão por trás do uso de determinadas cores para curar doenças específicas.
O vermelho, por exemplo, sendo a energia de frequência mais baixa, ressoa junto com o primeiro chakra (chakra raiz) da região coccígea. Como o chakra raiz controla a vitalidade do corpo físico, distúrbios como a anemia, que estão associados a uma grave fadiga, algumas vezes podem ser tratados pela exposição do corpo à luz da faixa vermelha do espectro. A ingestão de água carregada com as frequências da cor vermelha pode substituir a terapia direta com os raios de luz vermelha. Certos profissionais da saúde adeptos da cromoterapia são de opinião que os dois chakras inferiores, o chakra raiz e o chakra esplênico, refletem os relacionamentos energéticos existentes entre os corpos físico e etérico. Enquanto o chakra esplênico processa energia de frequência etérica, o chakra raiz ressoa junto com as energias físicas de frequências inferiores. Enquanto o vermelho estimula o chakra raiz e a vitalidade física, os raios laranja energizam o chakra esplênico e fortalecem o corpo etérico. Como os corpos físico e etérico acham-se tão estreitamente interrelacionados, esses dois chakras inferiores algumas vezes são tratados como se fossem uma só entidade
O chakra esplênico também atua como uma espécie de elo intermediário entre as energias etéricas e astrais. Assim, a luz Laranja que atua sobre o chakra esplênico também pode modificar a natureza emocional de um indivíduo. Como ela estimula o chakra esplênico, um importante centro que controla o fluxo de prana através do corpo, o uso de raios laranja também pode afetar os processos de assimilação, circulação e distribuição de energia prânica. 
No nível físico, doenças pulmonares têm sido tratadas com a aplicação de raios laranja. A respiração é um processo de assimilação de energia através dos pulmões. Tanto o oxigênio vivificante quanto o prana vitalizante são absorvidos pelo sistema pulmonar e distribuídos por todo o corpo através da corrente sanguínea. Como os raios laranja parecem ter a capacidade de aumentar a assimilação de energia prânica, as doenças dos pulmões e das vias respiratórias que interferem com esse processo (isto é, asma, enfisema e bronquite) talvez pudessem beneficiar-se da terapia com luz laranja.

O raio Amarelo estimula o chakra do plexo solar, o qual está ligado no nível físico ao principal plexo nervoso digestivo, situado na mesma região. O assim chamado gânglio nervoso do plexo solar é na verdade considerado um tipo de cérebro visceral. Acredita-se que essa "mente inferior" do corpo tem a função de regular os processos digestivos, no nível físico, através do sistema gastrintestinal. O chakra do plexo solar está ligado às forças astrais superiores e mentais inferiores. Assim, considera-se que a mente inferior seja uma mente material e objetiva passível de ser afetada por várias influências emocionais. Presume-se que os raios amarelos exerçam um efeito estimulante sobre a nossa natureza lógica, racional e intelectual. No campo da aura, o amarelo geralmente está associado à cor do intelecto e à utilização da mente de forma concreta e erudita. Como muitos indivíduos vítimas de diversos problemas relacionados ao stress, como úlceras, por exemplo, tendem a ser do tipo mental e, às vezes, emocionalmente reprimidos, os raios amarelos acabam sendo úteis no tratamento da indigestão e de várias espécies de problemas estomacais.
Os raios Verdes ressoam mais intensamente com o chakra do coração. Num nível energético superior, o chakra cardíaco processa não só energias associadas ao corpo mental superior como também energias emocionais superiores, tais como o amor e a compaixão. O raio verde é uma vibração de harmonia e equilíbrio e é emitido naturalmente pelas folhagens verdejantes da natureza. Através de sua influência sobre o coração, os raios verdes também exercem algum controle sobre a distribuição do sangue pelo corpo. Muitas doenças cardíacas têm sua origem na natureza emocional ou no corpo astral. As emoções fortes são um fator agravante em várias espécies de angina. Em virtude de seus efeitos restauradores sobre o coração e de suas influências calmantes sobre o sistema nervoso simpático os raios verdes podem revelar-se úteis no tratamento de doenças cardíacas e hipertensão.
Os três chakras superiores estão estreitamente ligados à natureza espiritual dos seres humanos. Eles mediam a integração das forças espirituais superiores com a personalidade física, enquanto os três chakras inferiores ocupam-se mais do controle da natureza física das pessoas. O chakra cardíaco fica a meia distância entre os mundos do espírito e da matéria. Para que a energia espiritual possa ascender através da via kundalini, desde o chakra raiz até o centro situado no topo da cabeça, é preciso que cada chakra localizado ao longo do caminho da energia ascendente esteja desbloqueado. Assim, não é nenhuma coincidência que a capacidade de expressar livremente o amor c a harmonia através de um chakra cardíaco aberto pareça ser uma importante característica da personalidade para o pleno desenvolvimento das faculdades de percepção psíquica e espiritual de um indivíduo.
O chakra da garganta é o primeiro dentre a tríade espiritual dos centros superiores e ressoa com mais intensidade na presença de raios Azuis. O chakra da garganta a sede da comunicação e da auto-expressão. No nível psíquico, este chakra está associado à clariaudiência, ou seja, à capacidade de ouvir coisas no nível energético sutil. O chakra da garganta é também a sede da devoção religiosa e do instinto místico, em parte devido a sua associação com as energias do corpo causal. Este centro às vezes é considerado a sede da vontade ou do poder. Como o poder pessoal muitas vezes é um reflexo não só de sentimentos interiores verbalizados como também uma aplicação do poder do indivíduo sobre os outros através do uso da voz, a associação parece ser bastante apropriada. Os distúrbios tratados pelos raios azuis são aqueles que envolvem a região da garganta e interferem com a vontade e a expressão verbal dos pensamentos e idéias. Laringite, bócio e dores de garganta podem melhorar significativamente após o tratamento com as energias sutis da cor azul.
As energias do terceiro olho ou chakra frontal são assim denominados por causa da associação entre este centro e a faculdade psíquica da clarividência. Este chakra governa os fenômenos espirituais mais elevados da alma. A abertura e o funcionamento apropriado do chakra do terceiro olho geralmente estão presentes naqueles indivíduos altamente desenvolvidos no nível intuitivo. A cor Anil ressoa mais intensamente com este centro. O anil parece controlar a olfação, a audição física e os aspectos físicos e elevados da visão. Vários tipos de doenças oculares, tal como a catarata, por exemplo, podem ser tratadas com as energias dos raios anil. A cor anil também pode ser útil no tratamento de problemas auditivos e no caso da perda do sentido do olfato.
Por fim, os raios Violeta estão associados ao chakra do topo da cabeça. Muitos consideram o chakra do topo da cabeça ou coronário como o santuário do espírito ou uma espécie de porta de entrada para as influências espirituais superiores que podem afetar os seres humanos. As principais áreas sobre as quais os raios violeta parecem exercer influência são o cérebro físico e a natureza espiritual da mente superior. Leonardo da Vinci sustentava que a meditação poderia ter o seu poder multiplicado por dez quando realizada sob a influência de raios violeta passando através de vitrais coloridos de uma tranquila igreja. Acredita-se que a cor violeta proporciona uma nutrição de natureza energética sutil para aqueles neurônios do córtex cerebral que contribuem para uma maior compreensão da nossa natureza divina. Como os raios violeta produzem efeitos terapêuticos positivos sobre vários distúrbios físicos e mentais, eles talvez possam ser usados com sucesso no tratamento de dores de cabeça, neuroses e, até mesmo, de determinadas formas de esquizofrenia e demência
Existem complexos métodos de cura pela cor ou cromoterapia que são utilizados por diversos terapeutas. O esboço geral dos efeitos da cromoterapia apresentados aqui é altamente simplificado. O uso seletivo das vibrações das cores para tratar as doenças humanas é uma arte complexa e intricada. As cores podem ser aplicadas individualmente ou em combinações terapêuticas especiais que tendem a aumentar o potencial curativo das cores através de efeitos sinérgicos. São várias as formas através das quais as frequências das cores podem ser transmitidas aos pacientes. Esses métodos incluem não só a iluminação direta com luz natural (do Sol) ou artificial (produzida por lâmpadas LED ou que tenha passado através de diversos tipos de telas e filtros como também a hidroterapia que utiliza água colorida pelo sol. Outras formas de terapia incluem a respiração com ar colorido - método físico etérico de respiração com ar colorido envolve a inalação profunda de ar que tenha sido pranicamente carregado com as energias de uma determinada cor. Com cristais, roupas etc.
As afirmações mentais — declarações verbalizadas interiormente que reafirmam a desejada modificação física ou emocional — também podem ser úteis na intensificação da eficácia das diversas terapias vibracionais. Muitos dos antigos terapeutas adeptos da utilização das essências florais de Bach solicitavam a seus pacientes que complementassem as combinações de remédios florais que lhes eram prescritas com a repetição de determinadas afirmações. Quanto mais o indivíduo se envolve ativamente na terapia (seja ela vibracional ou alopática), através da prática da visualização ou da repetição de afirmações, maiores são as chances de que ele se cure.
(in Medicina Vibracional - Uma Medicina para o Futuro, Richard Gerber)



Abraços Fraternos! _/\_

INFORMAÇÕES E  AGENDAMENTO :
Agende sua Sessão (Reiki, Radiestesia, Auriculoterapia, Cromoterapia, Terapia Piramidal, Cristaloterapia):
Quantum Terapias Holísticas (42) 9931 2021
Ponta Grossa PR - Centro
E-mail: quantumterapias@hotmail.com

FORMAÇÃO TERAPÊUTICA:
Usui Reiki Ryoho, Gendai Reiki-Ho, Karuna Ki, Reiki Egípcio –Sekhem - Seichim – SKHM, Reiki Tibetano, Komyo Reiki Kai, Radiestesia e Radiônica Mentalista, Auriculoterapia Chinesa, Cristaloterapia e Cristais Etéricos, Terapia Piramidal, Cromoterapia. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário